Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Evento anual da entidade colocou em discussão temas como o antissemitismo, o racismo nas redes sociais e a corrupção no país.

Aconteceu entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro, em Curitiba (PR), o III Encontro Nacional da B’nai B’rith, que teve a direção do presidente da BB Brasil, Abraham Goldstein.

O evento contou com aproximadamente 40 participantes das lojas de Porto Alegre, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

Entre os temas abordados nas palestras estavam: antissemitismo, identidade judaica entre os jovens, racismo nas redes sociais e corrupção no país.

O encontro teve início na noite da última sexta-feira (29), com um festivo Cabalat Shabat, na Sinagoga Beit Yaacov, de Curitiba.

A abertura dos trabalhos se deu na manhã seguinte, sábado (30), onde os membros da instituição apresentaram seus relatórios de atividades do ano, o planejamento para 2020, bem como a boa troca de experiências.

A primeira palestra foi do engenheiro Sam Osmo, da B’nai B’rith de São Paulo, que ofereceu uma visão ampla do que foi o Fórum da B’nai B’rith Internacional, em Washington D.C., do qual participou representando Brasil, e dos temas ali debatidos, entre os quais estavam: o crescimento do antissemitismo na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina. Na sequência, Rafael Kruchin, coordenador-executivo do Instituto Brasil-Israel (IBI), falou sobre identidade e assimilação a respeito de jovens judeus.

No período da tarde, o delegado Demétrius Gonzaga Oliveira, abordou o tema “Racismo na Internet, nas redes sociais e crimes virtuais”. Em seguida, o promotor da Lava Jato, Roberson Henrique Pozzobon, discorreu sobre “Ação e Reações das Iniciativas de Controle e Punição da Corrupção no País”. Os jornalistas Rafael de Lala e Gustavo Victorino, respetivamente de Curitiba e de Porto Alegre, que fizeram considerações da viagem que ambos fizeram a Israel recentemente. A noite do sábado esteve reservada para o confraternização em um restaurante do bairro turístico e gastronômico de Santa Felicidade.

No domingo (1), pela manhã, o rabino Pablo Berman, da comunidade judaica de Curitiba, abriu os trabalhos dissertando sobre “Antissemitismo nos Textos Bíblicos”. O professor Carlos Reis, coordenador-geral do Museu do Holocausto, apresentou um panorama da instituição e seu significado. Ele também conduziu os participantes do Encontro da B’nai B’rith para uma visita pormenorizada do museu.

Antes do encerramento, na tarde do domingo, todos se reuniram para decidir as próximas atividades locais e nacionais, bem como traçar os planos para 2020. O encontro nacional do próximo ano será em Porto Alegre, ainda sem data definida.

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Curitiba recebe o III Encontro Nacional da B’nai B’rith

Veja também

Uma noite emocionante, marcante que reuniu ganhadores do Projeto Mergulho, da B’nai B’rith.

Com o auditório repleto de professores e alunos de escolas municipais de São Paulo, ocorreu, …

Skip to content