Convênio entre FIRS e OAB visa estimular combate aos processos totalitários e o respeito aos Direitos Humanos

O tema do Holocausto e a luta contra o antissemitismo no Rio Grande do Sul ganhou novos contornos na educação no Estado. Foi assinado na manhã desta quarta-feira, 8 de julho, na sede da FIRS, convênio entre a Federação Israelita do RS e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Gaúcha, para inserir o tema do Holocausto e Antissemitismo no “Projeto OAB vai à Escola”.

O convênio visa a construção de uma sociedade baseada na tolerância e na fraternidade, em respeito aos direitos humanos e consagração do processo civilizatório.

Através de atividades em conjunto, especialmente dirigidas para alunos das escolas públicas estaduais, as duas instituições pretendem propiciar o estudo do Holocausto e a crítica aos processos totalitários, intolerância e discriminação. O presidente da FIRS, Zalmir Chwartzmann, saudou o evento como um “OM TOV”, ou comemoração sagrada, por sua importância. Pela Federação, o projeto será coordenado por Flavio Kanter, a convite da FIRS.

“Cada vez mais, temos que pregar e agir contra a prática racista e preconceituosa. Essa é uma pauta permanente da OAB, mas que ganhará nosso compromisso…”, ressaltou o presidente da OAB/RS, Marcelo Bertolucci, reforçando: “esse é um encontro de convicções pela liberdade e exercício da cidadania”.

Em nome do vice-presidente Nacional da OAB, Cláudio Lamachia, Bertolucci antecipou que a iniciativa será replicada em todo o Brasil.

Delma Silveira Ibias, presidente da Comissão da Mulher Advogada, responsável pelo projeto “OAB vai à Escola”, lembrou dos últimos episódios antissemitas no estado para firmar a convicção da Ordem nas intenções de minimizar os “rasgos preconceituosos no Estado”.

Representando a Secretaria de Educação do Estado, Nelnie Lorenzoni – coordenadora de Gestão e Aprendizagem, destacou a importância da memória para a formação do ser humano. “A memória é o que nos faz Ser. E o povo judeu sabe preservar a sua memória”, elogiou.

As autoridades ressaltaram a importância do início da parceria entre a FIRS e a OAB. Presente ao evento, a ex-presidente da FIRS e vice-presidente internacional da B’nai B’rith do Brasil, Matilde Gus, que relata que a entidade foi amplamente citada como exemplo de ensino do Holocausto no Estado e no país.

firsoab

Confira as fotos mais fotos em https://www.facebook.com

 

Veja também

Uma manhã emocionante com apresentação do espetáculo Mergulho

Ocorreu na quinta-feira, 10 de outubro, no CEU São Rafael em São Mateus, São Paulo, …