Conib propõe inclusão da História dos judeus na Base Curricular

O presidente da Conib, Fernando Lottenberg, esteve, na semana passada, em Brasília, para encontros com Aloysio Nunes Ferreira, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e líder do governo na Casa; General Sergio Etchegoyen, ministro-chefe da Secretaria de Segurança Institucional; e Maria Helena de Castro, secretária executiva do Ministério da Educação. Em todas as visitas, Lottenberg foi acompanhado por Floriano Pesaro, deputado federal licenciado e secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.

Na reunião no MEC, o presidente da Conib propôs a Maria Helena de Castro a inclusão de temas como a Inquisição e o Holocausto na Base Nacional Comum Curricular. “Muita gente acha que os judeus chegaram ao Brasil há pouco tempo, refugiados da Segunda Guerra. É necessário contar nossa história desde que aqui chegamos em 1500. Temos orgulho disso”, afirmou Lottenberg. Castro considerou a proposta pertinente.

A realização da prova do ENEM aos sábados foi o segundo tema tratado. O presidente da Conib apresentou à secretária um histórico das conversas anteriores com os titulares da pasta da Educação e as diversas propostas apresentadas. Ciente da questão, Maria Helena disse que é possível resolvê-la.

Veja também

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!?

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!? …