Combustível para a paz

O suprimento de combustível para a Faixa de Gaza só seria retomado se cessassem os distúrbios e confrontos entre palestinos e militares israelenses na região, disse no sábado o ministro da Defesa de Israel.

“As entregas de combustível e gás para a Faixa de Gaza não serão retomadas até que a violência na Faixa de Gaza seja completamente interrompida, incluindo o lançamento de balões incendiários e incendiando pneus perto de assentamentos israelenses”, escreveu o ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman.

As tensões entre os israelenses e os palestinos perto da fronteira de Gaza aumentaram desde o final de março, o que marcou o início da série de protestos da Grande Marcha de Retorno.

Os recentes distúrbios na fronteira entre Israel e Gaza foram causados por bombardeios contínuos e pelo lançamento de balões incendiários por militantes do Hamas em territórios israelenses.

JerusalenOnline/Sputnik News Agency

Veja também

Nota de repúdio sobre o “Desafio do Holocausto” da Rede Social TikTok

Skip to content