Com a Peça Mergulho, B’nai B’rith debate intolerância e discriminação com adolescentes da periferia

O sucesso estrondoso da Peça Mergulho continua no segundo semestre.

Agora, no CEU- Centro de Educação Continuada – Paulistano, na Brasilândia, cerca de 250 alunos vibraram com o espetáculo que aborda os temas da intolerância e discriminação na linguagem dos adolescentes. O objetivo é estimular o respeito e o exercício da cidadania. “Até agora nossas atividades estavam mais voltadas para os professores, com as Jornadas sobre Holocausto, Democracia e Cidadania, agora vamos diretamente aos alunos, realizando primeiro a formação dos professores, para que desenvolvam atividades em sala de aula, antes da apresentação da peça”, explica Abraham Goldstein, presidente da B’nai B’rith do Brasil. “A reação dos mais de mil alunos que já assistiram a peça, debateram e escreveram cartas para participar do Concurso de Redações da B’nai B’rith mostra que estamos no caminho certo”, conclui.

Com texto e direção são de Leslie Marko, as próximas apresentações acontecem no CÉU São Rafael, em São Mateus: dias 18/8 – 8h30 às 13h30, 19,20 e 21/08 a partir das 15h00 e no CÉU Casa Blanca, Jardim São Luís, dias 01, 02, 03,04/09 das 8h30 às 13h30.

unnamed2
Os atores Max Ferreira, Marcelo Daleva e Gabriela Oliveira, que interpretam três jovens: um judeu, uma negra e um coreano.

unnamed1

Veja também

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!?

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!? …