B’nai B’rith Internacional lamenta morte de criança de 4 anos devido a ataque terrorista

Adele Biton tinha quatro anos, e desde os dois anos de vida sofria com as consequências de um ataque terrorista palestino onde foi gravemente ferida.

Em uma declaração, a B’nai B’rith lamenta a morte de Adele e ora para que sua família encontre forças neste momento de dor.

Em um ataque em 2013, perto de Ariel, Israel, palestinos atacaram um caminhão, jogando pedras, fazendo com que o motorista pisasse no freio. Adele, sua mãe Adva Biton e duas irmãs estavam no carro atrás do caminhão. Elas também foram atingidas pelas pedras e Adva perdeu o controle do veículo, atingindo o caminhão. Adele ficou gravemente ferida e sofreu grandes lesões neurológicas.

ADVA é inflexível ao afirmar que, devido às lesões, o corpo de Adele foi incapaz de lidar com uma pneumonia, o que resultou em sua morte.

Lançar pedras nem sempre é um protesto pacífico, como quer a mídia, foi uma pedra que levou à morte uma menina de apenas quatro anos.

 

 

Veja também

31 de março – Dia de Lembrança da Inquisição

Você sabe o que foi a “Santa Inquisição”? Iniciada na Espanha em 1478, tinha como …