Bennett pede medidas para coibir a violência no Negev

Naftali Bennett, presidente do Bayit Yehudi, pediu hoje medidas para conter os incidentes contra colonos e agricultores no Negev. Ele respondia às recentes declarações da ministra da Justiça, Tzipi Livni, que saiu em apoio à aplicação do termo “terrorismo” para casos de vandalismo cometidos por moradores judeus da Judéia e Samaria.

O chefe do partido disse que se opõe a tal movimento, e que o governo deveria tentar proteger os agricultores no Negev, que teriam sido vítimas de violência por parte de beduínos.

Veja também

Nota de repúdio sobre o “Desafio do Holocausto” da Rede Social TikTok

Deixe uma resposta

Skip to content