Após tentar esfaquear policiais na Cisjordânia, palestina é morta

Após tentar esfaquear guardas fronteiriços israelenses em um posto de controle no noroeste de Jerusalém, na Cisjordânia, uma palestina foi morta nesta segunda-feira, de acordo com um da polícia.

Os guardas contaram que atiraram para o ar, mas a palestina continuou avançando na direção deles com uma faca.

Desde outubro passado, a onda de violência já deixou 205 mortos, segundo um balanço da Agência France Presse.

No entanto, os ataques de palestinos contra os israelenses haviam diminuído. E esta é a primeira morte desde 3 de maio.

A maioria dos palestinos mortos eram autores ou supostos autores de ataques contra israelenses.

Os ataques diminuíram, no entanto, nestas últimas semanas. A palestina morta nesta segunda-feira é a primeira desde 3 de maio.

Veja também

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!?

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!? …