Antissemitismo na Europa: vandalismo na Bulgária e declarações de Le Pen

A maior sinagoga dos Balcãs, na cidade de Sofia, capital da Bulgária, foi vandalizada com dizeres antissemitas como “morte aos judeus” e suásticas. Após uma investigação, a polícia deteve quatro jovens, com idades entre19 e 20 anos.

Já na França, Jean-Marie Le Pen, fundador do Partido Frente Nacional (FN), pai da atual presidente Marine Le Pen, voltou a destilar seu antissemitismo. Postou no site do partido que “mandaria para o forno” o popular cantor judeu Patrick Bruel, caso ele atacasse o partido, numa clara referência aos campos nazistas de extermínio. Mariane declarou que foi uma “falha política e que o Partido está sofrendo as consequências”

Veja também

Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Nós, da B´nai B´rith – Filhos da Aliança, com 90 anos no Brasil e 180 …

Deixe um comentário