A selfie e a identidade judaica

O início do ano civil é um momento de reflexão sobre nossa vida e nossos objetivos.

O rabino Lorde Jonathan Sachs em uma de suas palestras ressalta aspectos interessantes. O título é: “Como nós podemos enfrentar o futuro sem medo, juntos”. “How we can face the future without fear, together?” Há algo que cada um pode fazer, cada um de nós, diz ele.

E explica que os futuros antropólogos ao estudarem nossa civilização verão que ao longo da história humana cultuamos diversos deuses: o sol, as estrelas, pedras, e no século 20, a nação, a raça ariana, o comunismo. Ao olhar para os dias de hoje verificarão que é uma época de autoestima, autorrealização, com um maravilhoso ritual, o da selfie, onde adoramos o eu, eu, eu.

No entanto, diz o rabino, somos biologicamente animais sociais, necessitamos da interação face a face para gerar altruísmo, amizade, lealdade, amor.

“Mudem suas vidas, o texto de suas mentes, do eu para o nós”. E como judeus devemos priorizar três vertentes: “relacionamento, identidade, responsabilidade”.

Vale a pena ouvir em detalhes em www.ted.com

Veja também

Revista ISTOÉ pratica discurso de ódio

É com total indignação que nos deparamos hoje com a matéria de capa da revista …