Violento ataque antissemita na Argentina

Um hostel com 200 turistas foi alvo de ataques nesta segunda-feira na Argentina. Várias pessoas com armas e pedras procuraram atingir turistas israelenses, em plena madrugada, gritando xingamentos aos judeus. Cerca de 10 pessoas de Onda Azul ficaram feridas e a polícia que chegou ao local nada fez para conter o ataque que durou quatro horas.

O fato provocou um alerta na Comunidade Andina do Paralelo 42, onde já havia denúncias de antissemitismo, praticado por comerciantes e hoteleiros.

O dono do hostel, Sergio Pollac, denunciou o fato como “ataque terrorista”, relacionado a uma campanha contra o turismo israelense: “dizem que são soldados”, afirmou, informando que as câmaras de segurança têm imagens dos agressores.

Agora, a partir da denúncia deve intervir a justiça da Província de Chibut. (ANB)

Veja também

Instituto Weizmann de Ciências oferece bolsas de estudos para alunos brasileiros estudarem em Israel

Até 25 de fevereiro os futuros cientistas devem se inscrever. É preciso ter terminado o …