Violento ataque antissemita na Argentina

Um hostel com 200 turistas foi alvo de ataques nesta segunda-feira na Argentina. Várias pessoas com armas e pedras procuraram atingir turistas israelenses, em plena madrugada, gritando xingamentos aos judeus. Cerca de 10 pessoas de Onda Azul ficaram feridas e a polícia que chegou ao local nada fez para conter o ataque que durou quatro horas.

O fato provocou um alerta na Comunidade Andina do Paralelo 42, onde já havia denúncias de antissemitismo, praticado por comerciantes e hoteleiros.

O dono do hostel, Sergio Pollac, denunciou o fato como “ataque terrorista”, relacionado a uma campanha contra o turismo israelense: “dizem que são soldados”, afirmou, informando que as câmaras de segurança têm imagens dos agressores.

Agora, a partir da denúncia deve intervir a justiça da Província de Chibut. (ANB)

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …