Twitter anuncia ter suspendido 370 mil contas em seis meses para combater radicalismo

O Twitter anunciou ontem que suspendeu 376.890 contas da sua plataforma apenas nos seis últimos meses de 2016 para combater o extremismo na rede.

A empresa, que começou com esta ação de combate ao radicalismo em meados de 2015, desde então já removeu, no total, cerca de 700 mil páginas.

Em relatório, o Twitter afirma que está recorrendo à justiça para retirar do ar também publicações de jornalistas, cujas contas estão sob investigação, e de veículos de comunicação.

Até agora, a empresa relatou ter recebido 88 pedidos deste tipo, mas ainda não tomou nenhuma ação legal para a maioria deles.

Veja também

Feira-do-Livro-Judaicop

Lançamento de Livros na Feira do Livro Judaico.

Uma série de palestras gratuitas acontece durante o evento. Relacionado