Turquia denuncia lobby judaico nas manifestações

O vice-primeiro-ministro turco Besir Atalay acusou a “diáspora judia” de ter participado na organização das manifestações contra o regime islâmico conservador turco.

“Os incidentes do parque Gezi (em Istambul) foram orquestrados pela diáspora judia”, afirmou Atalay, citado pelo jornal Hürriyet.

Atalay também criticou a imprensa internacional e as ´forças estrangeiras´, as quais não identificou, por terem participado na desestabilização da Turquia.

“A Turquia já não é o que era”, enfatizou. “Todo mundo está a par do que acontece”, acrescentou.

Nas últimas semanas, o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan acusou um “lobby financeiro” ou um “lobby das taxas de juros” de terem se aproveitado do movimento popular na Turquia, um país emergente e destino de capitais estrangeiros.

[É o velho e conhecido “Bode expiatório”]

Veja também

Pesquisas do Arqshoah  serão divulgadas na Universität de Zürich (Suíça)

Neste dia 9 de outubro, a historiadora  Maria Luiza Tucci Carneiro faz uma vídeoconferência para …

Deixe uma resposta