Teoria da conspiração alega laços entre judeus e Irmandade Muçulmana

A teoria da conspiração hoje em circulação no mundo afirma que a Irmandade Muçulmana  seria uma aliada secreta dos judeus, de acordo com a Anti-Defamation League  (Liga Anti-Difamatória).

“Esta alegação contra os judeus e Israel é totalmente absurda”, disse o diretor nacional da ADL Abraham Foxman, em um comunicado.

Um programa de TV exibido na última sexta-feira mostra pessoas cantando “Khaibar, Khaibar, oh judeus, os Irmãos (Irmandade Muçulmana) são judeus”, de acordo com a ADL, o slogan evoca uma história islâmica de uma batalha entre o profeta Maomé e os judeus na cidade de Khaibar.

Além disso, o chefe de polícia de Dubai Dahi Khalfan, em uma campanha no Twitter com o objetivo de desacreditar a Irmandade Muçulmana alegou recentemente que há uma aliança com Israel e os judeus.

“No entanto bizarro e absurdo, é uma teoria da conspiração cada vez mais popular de que a Irmandade Muçulmana seria uma produção judaica para destruir os egípcios”, escreveu Foxman.

Os 30 mil seguidores da Irmandade Muçulmana no twitter tem acesso a um link  para um vídeo do YouTube com o título “A aliança  Judeu-Irmandade Muçulmana e o Projeto de Criação do Grande Israel.” O vídeo acusa os judeus de usar a Fraternidade para alcançar seu objetivo de controlar os muçulmanos e estabelecer uma Grande Israel, o que é ainda mais absurdo.

 

Veja também

Pesquisas do Arqshoah  serão divulgadas na Universität de Zürich (Suíça)

Neste dia 9 de outubro, a historiadora  Maria Luiza Tucci Carneiro faz uma vídeoconferência para …

Deixe uma resposta