Segundo pesquisa, Likud perdeu cadeiras devido à disputa com os EUA

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu aparentemente sofreu o impacto das críticas atribuídas ao presidente dos EUA, Barack Obama, ontem, quando uma pesquisa constatou que seu partido Likud perdeu três assentos no Parlamento em uma semana, passando de 35 para 32 assentos no Knesset – o Parlamento de Israel.

Duas cadeiras foram ganhas pelo partido de Tzipi Livni, que foi de 7 para 9 assentos, e esta foi a primeira vez que o bloco de esquerda ganhou à custa da direita desde que a campanha eleitoral começou.

A pesquisa prevê que sejam conquistados 16 lugares pelos Trabalhistas, 14 para Bayit Yehudi, 11 para Shas e Atid Yesh, cada um, 6 para Torah Unida e Meretz, 4 para Hadash e Balad, cada um, 3 para Lista Árabe Unida e 2 para o Kadima e para Israel Forte.

Esta é a primeira pesquisa divulgada depois do colunista Jeffrey Goldberg ter publicado as declarações de Obama.

Veja também

Centro de Estudos Judaicos da USP abre inscrições

O Centro de Estudos Judaicos informa que estão abertas as inscrições para os cursos: Língua …

Deixe uma resposta