Rabinos concluem que Holocausto não foi obra de Deus

Por ocasião do Dia do Holocausto, o rabino Michel Schlesinger e o cardeal dom Odilo Scherer publicaram na Folha um interessante artigo em que levantam uma questão que há séculos atormenta religiosos: como conciliar a ideia de um deus bom com o sofrimento de inocentes. “Como se pode ainda acreditar em Deus depois de Auschwitz?”, escreveram. Schlesinger e Scherer e concluem que o Holocausto não foi obra de Deus, mas de homens e suas ideologias. Como não acredito em Deus, concordo, mas, para os que creem, receio que não seja tão fácil assim, diz Hélio Schwartsman. Leia mais em: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/2014/02/1406248-logicamente-impecavel.shtml

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta