Professor de ortopedia é atacado por ex-alunos

Médico, professor de Ortopedia e chefe do Departamento do Hospital de Lviv (Lvov), na Ucrânia, Leon Freifeld foi abordado por três jovens na rua e brutalmente espancado até a morte. Seus três assassinos foram presos, todos eles ex-alunos do professor judeu que foram expulsos da universidade por notas baixas (não especificamente as notas da cadeira de Leon). Um deles foi descrito pela polícia local como árabe, 26 anos e bêbado.

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta