Pesquisa mostra apoio à Peres, mas não a festa

Uma pesquisa efetuada pelo Jerusalem Post mostrou que 56% dos israelenses consideram que o fato de que a festa dos 90 anos do presidente Shimon Peres ter sido financiado por contribuições privadas e não pelos contribuintes israelenses não justifica a suntuosidade do evento. Já 35% disseram que sim, e nove por cento não sabiam. O percentual foi maior entre os que se definem como de esquerda.
Quando foi feita uma pergunta mais geral sobre impressões da festa de aniversário, 44% dos entrevistados disseram que convinha a um homem da estatura de Peres e 44% disse que era exagerado. Dez por cento não tinham opinião e de dois por cento, disseram que Peres merecia ainda mais.

Questionado sobre se eles achavam que o evento melhorou a imagem de Israel internacionalmente, 57% responderam afirmativamente, 37% disseram que não, e seis por cento não tinham opinião.

Em relação ao desempenho de Peres como presidente, os números são muito positivos, com 77% dizendo que estavam satisfeitos, apenas 16% insatisfeitos e sete por cento dizendo que não tinham opinião.

Uma pesquisa feita pelo Gal Hadash para Israel Hayom constatou que 51,1% consideraram o evento exagerado, 40,4% disseram que foi adequado e 8,5% não tinham opinião. Nessa pesquisa, 77,5% tinham uma visão favorável do presidente, 17,4% desfavorável, e 5,1% não tinham opinião.

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta