Partilha da Palestina: diversos olhares e ações

O dia 29 de novembro desperta diferentes sentimentos entre os judeus e os árabes. É a data da Partilha da Palestina, pelas Nações Unidas – ONU, segundo a qual deveriam ser criados dois estados: um judeu e um árabe.

Agora passados tantos anos, o Estado de Israel se defronta com o dilema se deve ser oficialmente um estado judeu, o que vem mobilizando corações e mentes.

Para os árabes, em especial para os palestinos, é o dia do Nachba, o Desastre, a Catástrofe. A data é lembrada em todo o mundo. Em São Paulo será através da I Semana e Fórum de Solidariedade ao Povo Palestino, infelizmente com uma programação que prega o ódio e a intolerância.

No dia 28 de novembro tem início também o TOM São Paulo -72 Horas para fazer um mundo melhor. O evento, inspirado em um similar realizado em Israel, é uma parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, citado abaixo.

Alegre ou triste, este é um tema complexo que merece uma reflexão mais profunda.

Lia Bergmann

Veja também

Instituto Weizmann de Ciências oferece bolsas de estudos para alunos brasileiros estudarem em Israel

Até 25 de fevereiro os futuros cientistas devem se inscrever. É preciso ter terminado o …