Papa: antissemitismo e o vírus da indiferença (Vatican News)

O papa Francisco deu início à série de audiências desta semana recebendo hoje representantes da Conferência Internacional sobre a responsabilidade dos Estados, Instituições e Indivíduos na luta contra o antissemitismo e os crimes cometidos pelo ódio e intolerância religiosa.

Na audiência que reuniu hoje no Vaticano 150 líderes e representantes de países e instituições, Francisco destacou a importância da responsabilidade de cada um contra a indiferença.

“Ser responsável significa ser capaz de responder pelos seus atos”, afirmou o papa, apontando não só o ódio como o inimigo contra o qual lutar, mas também a indiferença, “que paralisa e impede de fazer o que é justo”. “Não me canso de repetir que a indiferença é um vírus que contagia perigosamente os nossos tempos – tempos em que estamos mais conectados, mas sempre menos atentos aos outros”.

“A indiferença produz desespero e silêncio”. “Recordo este silêncio ensurdecedor na minha visita a Auschwitz-Birkenau: um silêncio inquietante, que deixa espaço somente às lágrimas, à oração e ao pedido de perdão”, destacou o papa.

“Para recuperar a nossa humanidade, para recuperar uma compreensão humana da realidade e superar muitas deploráveis formas de apatia pelo próximo, é preciso mantermos viva esta memória, esta capacidade de envolver-nos juntos ao recordar. A memória é a chave de acesso ao futuro”. “Para chegarmos a um novo amanhecer, precisamos estar juntos, unidos no caminhar”.

Citando a Declaração Nostra Aetate, Francisco reafirmou que a Igreja deplora os ódios, as perseguições e todas as manifestações de antissemitismo contra os judeus em todos os tempos. E concluiu: “Neste esforço, mais importante do que a informação, é a formação”.

“É urgente educar as jovens gerações”. “Para preparar um futuro humanitário não é suficiente refutar o mal, mas é preciso construirmos juntos o bem”.

Vatican News/Conib

Veja também

Purim: da Pérsia ao Irã

Purim – 13/14 de Adar 5778 Do anoitecer de quarta-feira 28/o2 Ao anoitecer de quinta-feira …