Palestinos condenam visita de Lieberman a lugar sagrado na Cisjordânia

A Autoridade Palestina condenou a visita de Avigdor Lieberman, líder do partido ultranacionalista Israel Beiteinu, a um local da Cisjordânia considerado sagrado por judeus e muçulmanos.

Durante uma visita eleitoral nesta segunda (14) às colônias judaicas nas imediações de Hebron, Lieberman foi à Tumba dos Patriarcas, que os muçulmanos conhecem pelo nome de Mesquita de Ibrahim.

“Esta visita é uma provocação para os (…) palestinos”, declarou à AFP o porta-voz do governo, Nour Oudeh, “principalmente vindo de Lieberman, que manifestou sua hostilidade em relação ao povo palestino e que apoia a colonização”.

“Consideramos totalmente inaceitável qualquer tentativa israelense de envolver lugares religiosos no confronto”, acrescentou Oudeh.

Veja também

Alemanha: judeu é atacado por árabe e golpeado pela polícia

Um judeu israelense foi atacado por um árabe na cidade de Bonn, na Alemanha, e …

Deixe uma resposta