Os judeus de Toulouse aguardam a visita de Netanyahu

A comunidade judaica de Toulouse, no sul da França, está esperando a chegada do primeiro-inistro israelense Netanyahu, que irá visitar a escola, onde há sete meses um terrorista islâmico matou quatro pessoas, sendo três crianças. 

“O primeiro-ministro de Israel vêm testemunhar a dor e trazer a solidariedade do povo judeu para as famílias de uma comunidade traumatizada”, disse o responsável pelo Conselho das Instituições Judaicas da França (CRIF) na região, Nicole Yardeni. 

Netanyahu irá utilizar uma viagem à França, a convite do presidente François Hollande, para visitar Ozar Hatorah, escola judaica onde Mohamed Merah matou quatro pessoas, poucos dias depois de ter atingido três soldados em dois ataques em Toulouse e na vizinha Montauban. 

O governo confirmou a visita, mas não definiu uma data por razões de segurança. 

Para Yardeni, “a questão diante de nós e que nos perturba é saber se haverá outro Merah ou outros mortos entre nós antes que aquela região do mundo seja pacificada”, disse. 

Yardeni acredita que a primavera árabe pode ter contribuído para “a difusão da ideologia terrorista islâmica nas democracias ocidentais”. Para o líder do CRIF, “Toulouse se tornou um símbolo para os judeus do mundo.”

Veja também

Festa das Luzes

Amigos e colegas de Diálogo! A Festa das Luzes é um encontro para todas as …

Deixe uma resposta