Orquestra Filarmônica de Israel sob a regência de Zubin Mehta faz apresentação única na Sala São Paulo

Com ingressos esgotados em menos de 24 horas e com a plateia totalmente lotada, a Orquestra Filarmônica de Israel, uma das maiores e mais prestigiadas orquestras do mundo, que em 2016 completou 80 anos, assim como seu aclamado regente, o Maestro Zubin Mehta, subiu ao palco da Sala São Paulo, no dia 27 de agosto, para um concerto beneficente em prol das obras da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) e do Voluntariado Einstein e da AmigoH, ambos ligados à Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE).

A apresentação única teve início com a execução dos hinos do Brasil e de Israel, com a plateia fazendo coro incentivada pelo Maestro Zubin Mehta, seguida do programa com obras de Antonin Dvorák – Abertura Carnaval, op. 92; Maurice Ravel – Daphnis et Chloé – Suíte nº 2 e Richard Strauss – Ein Heldenleben (Uma Vida de Herói).

“A cultura e a música unem, o preconceito divide e desagrega. Em um mundo assolado pelo terror, nossa resposta é a construção de pontes, é trazer a Filarmônica de Israel e compartilhar arte, e que ela seja um instrumento de harmonia entre os povos”, destacou o presidente da Fisesp, Bruno Laskowsky.

“A comunidade judaica tem muito a agradecer a este país, que recebeu a todos nós de modo que pudéssemos nos estabelecer, criar raízes e contribuir para um país mais justo. É dentro dessa linha que a Federação e o Hospital Albert Einstein hoje se abraçam, praticando um dos mais importantes princípios do judaísmo que é a Tzedaká, justiça social, com a Filarmônica de Israel, trazendo a luz deste país que é um exemplo para a democracia”, complementou o presidente do Einstein, Claudio Lottenberg.

Para Mehta, a música precisa fazer mais do que já fez: continuar a unir os povos e derrubar preconceitos. No dia 26 de dezembro acontecerá uma grande apresentação em Israel reunindo os principais nomes da música clássica mundial para um concerto em comemoração aos 80 anos da Fundação da Orquestra.

A apresentação terminou em grande estilo. Mehta e a Filarmônica de Israel foram ovacionados pelo público e voltaram para um bis, deixando a plateia extasiada.

Filarmonica2
Filarmonica3

Veja também

Federação Israelita do Estado de São Paulo repudia vinda do Aiatolá Mohsen Araki ao Brasil

A Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), entidade que representa a comunidade judaica …