Organizações judaicas defendem solução de dois Estados para fim de conflito

As organizações judaicas americanas AJC, ADL e AIPAC defenderam a solução de dois Estados para o conflito israelo-palestino e manifestaram preocupação com as consequências da falta de um acordo para a questão sob o novo governo de Donald Trump. “Esperamos pelo dia em que os palestinos estenderão a mão pela paz, e pedimos a Israel e à nova administração dos EUA que não desistam de buscar essa possibilidade — a solução de dois Estados”, disse David Harris, o CEO do AJC (American Jewish Committee). A ADL afirmou estar desapontada com a possibilidade de não se levar adiante o projeto de solução de dois Estados por acreditar que esta seria “a única forma viável para proteger Israel como Estado judeu e democrático”. Para a AIPAC, “a única forma de solução para conflito é através de negociações diretas que levem a dois Estados vivendo lado a lado e em paz e segurança com Israel”.
Conib

Veja também

Deputado Darcísio Perondi pede desculpas à comunidade judaica por comentário sobre o relatório de Zveiter

Após a repercussão de seu comentário sobre o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) na …