ONG israelense salvou mais de 3 mil crianças pobres com problemas cardíacos pelo mundo

Nascido na Gâmbia, Sanusey tem quatro anos de idade e está se recuperando de uma cirurgia cardíaca realizada no Centro Médico Wolfson, em Holon, Israel. Sanusey e sua família vivem em uma pequena cidade chamada Brikama. Com três meses de vida, Sanusey foi diagnosticado com um defeito congênito no coração e a cirurgia necessária para salvar sua via não era realizada no pais.

Depois de mais de três anos de visitas frequentes ao hospital, seu médico começou a buscar alguma maneira de conseguir a cirurgia que Sanusey precisava desesperadamente. E foi assim que a “Save a Child’s Heart” entrou na vida de Sanusey e o levou junto com outras três crianças da Gâmbia e doze da Tanzânia para serem operadas em Israel. A cirurgia foi um sucesso. Depois de três dias da operação, Sanusey estava sentado na cama e sorrindo.

A ONG também treinou os primeiros cirurgiões cardíacos pediátricos da Tanzânia e está fazendo o mesmo na Etiópia. E é assim que a iniciativa privada desta ONG já salvou 3465 crianças com problemas cardíacos de todo o mundo, sendo metade delas palestinas.
ong2

Veja também

Professor de esquerda ligado a Israel aborda o antissemitismo nas esquerdas

“Convivo com gente da esquerda há décadas e, tendo uma relação muito forte com Israel …