Mundo árabe: pessimista sobre a retomada das negociações de paz

O mundo árabe é dividido em diversos segmentos: xiitas e sunitas, muçulmanos radicais e conservadores, vários estados e tribos – mas parecem unir-se em sua visão pessimista acerca das negociações de paz, moderados pelos EUA, entre Israel e os palestinos. Alguns jornais árabes, também estão enfocando outros conflitos na região.

O mundo árabe vê os EUA como intermediário injusto, e o presidente Barack Obama como uma decepção, pois acreditava que  iria pressionar Israel, especialmente em relação aos territórios ocupados após 1967 e ao reconhecimento  de um Estado Palestino.

“No diário jordaniano Ad-Dustour, um artigo na sexta-feira afirmou que Israel não tem planos de se retirar dos territórios ocupados e os EUA não vai forçá-lo a fazê-lo” Esta seria, segundo o jornal a única maneira de avançar nas negociações.

Para Rami Khouri, do Daily Star libanês, de sábado, a situação é a mesma que há 46 anos. Em relação à decisão da UE de proibir relações com os territórios ocupados, considera “altamente significativa e louvável”,  mas acredita que é cedo para dizer o que acontecerá com possíveis revides de “Israel e seus cães de ataque nas capitais ocidentais”.

Veja também

Palestinos manterão luta pacífica, diz Abbas a palestinos da América Latina

Em carta dirigida à comunidade palestina da América Latina, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud …

Deixe uma resposta