Major israelense fala em SP sobre reabilitação de crianças com deficiências severas

Doron Almog, major general aposentado do Exército de Israel, é presidente do Aleh Neguev, a maior rede de cuidados pessoais de Israel.
Ele falará sobre o trabalho da entidade na próxima quinta-feira, 30 de março, às 20h, no clube A Hebraica de São Paulo. A participação no evento requer inscrição. No dia, será necessária a apresentação de documento original com foto. O credenciamento terá início às 19h30. Informações: (11) 3818-8889. Fundado em 1982 por pais de crianças deficientes, o Aleh oferece tratamentos de reabilitação e cuidados médicos para mais de 650 crianças com deficiências física e cognitiva severas, desde recém-nascidos até adolescentes. “O grande professor da minha vida foi Eran, meu filho, que faleceu aos 23 anos de idade. Ele nunca disse nenhuma palavra, nem mesmo “aba” (pai) e mesmo assim foi o meu maior educador. Ele me ensinou, antes de tudo sobre mim mesmo, sobre nossa humanidade, sobre o que é sensibilidade, amor e sobre qual é o nosso comprometimento uns com os outros”, diz Almog. A entidade possui uma equipe multidisciplinar de terapeutas, médicos, enfermeiros, cuidadores, professores e funcionários administrativos especializados, além de um quadro de voluntários. Existem hoje quatro unidades – Jerusalém, Gedera, Bnei Brak e a Aldeia de Reabilitação no Neguev –, e está em construção um novo centro para atender mais 300 crianças. O projeto possui ainda um programa de paramédicos, que oferece tratamentos de terapia intensiva mais amplo do que os oferecidos pelos seguros de saúde tradicionais. Os pais que criaram o Aleh acreditavam que, apesar de seus filhos sofrerem de um alto grau de deficiência, eles poderiam transcender os limites de seus prognósticos. Com os tratamentos, muitas das crianças aprenderam a ficar em pé, se alimentar e mover seus membros de uma forma controlada, atingindo conquistas inconcebíveis em seus diagnósticos iniciais.
Conib

Veja também

B’nai B’rith na 10ª caminhada que reuniu 50 mil em prol da liberdade religiosa no RJ

A comunidade judaica participou em peso no domingo, 17 de setembro, com milhares de pessoas …