Mais conflitos em relação ao Muro das Lamentações

O jornal The New York Times destacou o conflito judaico no Muro das Lamentações. Desta vez, judeus liberais, liderados pelo rabino O rabino Rick Jacobs, presidente da União pelo Judaísmo Reformista norte-americano, realizaram uma manifestação dia 02 de novembro no Muro das Lamentações solicitando o espaço para rezas conjuntas de homens e mulheres, oferecida em janeiro e até agora não disponível. A medida não agradou aos partidos ortodoxos que estão na coalização do primeiro-ministro de Israel. Mas, Benjamin Netanyahu repreendeu-os acusando-os de causar “fricções desnecessárias”, de “violação unilateral” do “status quo” do Muro das Lamentações. A reprimenda ocorreu enquanto ele batalhava contra passos internacionais que diminuem ou ignoram conexões judaicas históricas a locais sagrados na disputada Cidade Velha de Jerusalém.

Veja também

Federação Israelita do Estado de São Paulo repudia vinda do Aiatolá Mohsen Araki ao Brasil

A Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), entidade que representa a comunidade judaica …