Jovens comparecem em peso à Marcha da Vida, que homenageou em SP as vítimas do Holocausto

A Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) promoveu neste domingo, 27 de abril, a 11ª Marcha da Vida Regional. O evento reuniu cerca de mil pessoas, na véspera de Yom Hashoá (Dia dos Heróis e Mártires do Holocausto), data que lembra o heroísmo dos que lutaram contra o nazismo mesmo sabendo que não tinham chances de vencer.

Vestidos de branco e portando faixas e bandeiras, os participantes fizeram uma caminhada silenciosa de 2 km, até o Cemitério Israelita do Butantã, onde aconteceu um ato solene, onde falaram os sobreviventes Ben Abraham e Nanette Konig.

Henry Gherson, coordenador da Área de Juventude da Fisesp, disse: “Somos todos sobreviventes do Holocausto”.

“Lamentamos que ainda hoje ocorram episódios parecidos contra outras etnias e que ainda haja pessoas que neguem o Holocausto e tentem revisar a história. Tudo isso serve também como elemento de educação para que futuras gerações procurem entender o que ocorreu e o que tem que ser feito para que isso jamais se repita”, destacou Mario Fleck, presidente da Fisesp.

“Estamos falando de um episódio que aconteceu há 70 anos. Os sobreviventes são centenas, mas como eles têm cerca de 80, 90 anos, é importante que aproveitemos o testemunho dessas pessoas, enquanto ainda for possível. Depois, a memória será mantida com uma vasta documentação, uma imensidão de documentários, fotos, provas e depoimentos.”, complementou o presidente da Fisesp.

A Marcha da Vida Regional foi realizada pela Federação Israelita do Estado de São Paulo, com apoio da Sociedade Cemitério Israelita de São Paulo, Marcha da Vida Brasil e Sherit Hapleitá [Associação Brasileira dos Sobreviventes do Nazismo]. Thousands march in Auschwitz to commemorate the Holocaust (Haaretz) Closing ceremonies of Holocaust Remembrance Day (JPost)

MarchadaVida2AA

Veja também

B’nai B’rith na 10ª caminhada que reuniu 50 mil em prol da liberdade religiosa no RJ

A comunidade judaica participou em peso no domingo, 17 de setembro, com milhares de pessoas …

Deixe uma resposta