Jovens árabes atacam crianças judias em Jerusalém

Dois jovens árabes atacaram um grupo de crianças judias no bairro de Jerusalém, Shmuel Homat.
Cerca de dez crianças judias montaram um acampamento nas proximidades, onde tocavam e estudou Torá, depois da escola.
Ontem à tarde, dois jovens árabes os atacaram, causando ferimentos em dois deles, e ateando fogo ao local. Queimaram livros sagrados e uma bandeira israelense.
Também jogaram nas chamas uma bicicleta que uma das crianças havia recebido por ocasião de seu bar mitzvah, e disseram: “… Nós não temos medo”, informou uma testemunha.
Segundo moradores também atiraram pedras e usaram gás para incendiar o lugar.

“Esta não é a primeira vez que os árabes começam provocações na área. Eles vão para sites de apostas e assustam as crianças”, informou outro morador. Um membro do conselho de Homat Shmuel disse que espera que a polícia seja “mais assertiva”, em casos como este.

Veja também

Pesquisas do Arqshoah  serão divulgadas na Universität de Zürich (Suíça)

Neste dia 9 de outubro, a historiadora  Maria Luiza Tucci Carneiro faz uma vídeoconferência para …

Deixe uma resposta