Jogador do New York Giants mostra orgulho judaico dentro e fora do campo

Como novato na Liga Nacional de Futebol, New York Giants, o atacante Adam Bisnowaty está dividindo a maior parte do tempo antes da temporada começar em setembro entre práticas extenuantes e longas reuniões de equipe.

Para melhorar o humor, os jogadores veteranos pedem aos iniciantes a cada pré-temporada para cantar na frente do time. Bisnowaty calcula que, quando for sua vez, ele cantará “Dreidel, Dreidel, Dreidel”.

Bisnowaty, 23, é judeu – uma raridade no futebol profissional – e sente-se confortável conversando sobre isso com seus colegas de equipe.

“Uma das primeiras coisas que eu digo às pessoas é que eu sou judeu”, contou à JTA. “As pessoas não conhecem muitos jogadores de futebol judeus, então eu sempre gosto de trazer o assunto, então é legal e fácil”.

Bisnowaty – que tem quase 2 metros, e longos cabelos castanhos encaracolados – tornou-se uma celebridade menor em círculos judeus depois que um artigo do New York Post do mês passado revelou que ele tem uma grande tatuagem em hebraico no braço esquerdo. A tatuagem se traduz em “Eu sou o que eu sou”, uma frase que Deus diz a Moisés quando esse último pergunta como deve chamá-Lo.
JTA

Veja também

Professor de esquerda ligado a Israel aborda o antissemitismo nas esquerdas

“Convivo com gente da esquerda há décadas e, tendo uma relação muito forte com Israel …