Israel estabelecerá uma zona de segurança na fronteira com a Síria

O conceito de “zona de segurança” desapareceu da vida dos israelitas após a retirada do Líbano em 2000. A questão que se levantou em Israel nos últimos dias é, que como resultado de desenvolvimentos recentes, Israel estabeleceu uma zona de segurança nas Colinas de Golã.

O jornal londrino “Sunday Times” noticiou esta manhã que Israel estaria interessado em estabelecer uma zona de segurança de cerca de 16 km nas Colinas de Golã, e que foram colocadas duas brigadas e um batalhão de tanques. Segundo o relatório, a ideia foi apresentada por autoridades de defesa do primeiro-ministro Binyamin Netanyahu.

O relatório também disse que o modelo apresentado para Netanyahu é semelhante ao utilizado pela IDF no sul do Líbano entre 1985 e 2000.

Fontes próximas ao primeiro-ministro afirmam que consta do relatório: “Nossa proposta é submetida ao primeiro-ministro para a proteção dos limites de Israel antes e após a dissolução do regime de Assad.”

Veja também

Pesquisas do Arqshoah  serão divulgadas na Universität de Zürich (Suíça)

Neste dia 9 de outubro, a historiadora  Maria Luiza Tucci Carneiro faz uma vídeoconferência para …

Deixe uma resposta