Hizbollah pretende revidar ao ataque contra armas sírias

A televisão libanesa Al-Manar, associada ao Hizbollah, citou o grupo dizendo que responderá ao ataque israelense: “A nova agressão é uma agressão flagrante contra o Líbano e sua soberania e seu território e o Hizbollah vai escolher a hora, o local e a maneira correta de responder a ela”. Em entrevista coletiva durante a visita da chanceler alemã Angela Merkel, Binyamin Netanyahu afirmou que Israel faz tudo para defender os seus cidadãos. Ele tem repetido que Israel não permitirá que o regime sírio transfira armas químicas ou não para o Hizbollah no Líbano.

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta