Guila Flint

Guila-FlintGuila Flint

Faleceu aos 62 anos, no dia 26 de março de 2017, GUILA FLINT.

Jornalista, cobriu o Oriente Médio desde 1995 como freelancer para a imprensa brasileira, e desde 1997 foi correspondente da BBC Brasil onde foi considerada “uma das mais isentas jornalistas envolvidas no conflito”. É autora de dois livros (Editora Civilização Brasileira): Israel em Transe – Democracia ou Teocracia? (2009) em parceria com a socióloga Bila Grin Sorj que trata do fundamentalismo Judaico; e Miragem da Paz – Israel e Palestina, Processos e Retrocessos, (2008).

Contribuiu com a B’nai B’rith na realização de Seminários do Forum 18 em São Paulo e Porto Alegre, onde passou suas percepções sobre o conflito para o entendimento da violência, intolerância e busca pela paz. Guila era formada em jornalismo pela Universidade de Tel Aviv em 1975, onde residia desde 1970, retornando ao Brasil em 2016.

Esteve presente, em 2015, na entrega do premio FABIO DORF, da B’nai B’rith às escolas da Comunidade, quando homenageamos o Sr. Miguel Zaltzman (Z’L), Avô da Guila, um importante pintor e retratista de nossa sociedade.

Sempre atuou como amiga e sincera colaboradora da B’nai B’rith, na análise e compreensão do complexo cenário em Israel e seus vizinhos.

Quem teve a oportunidade de conhecê-la, não a esquecerá.

BB
Guila Flint e Hans Bergmann entregando o prêmio de primeiro lugar à
Professora Loreta Russo, do Colégio Iavne Beit Chinuch.

Veja também

Recife ganha placa: “Rua Martins Junior – Synagoga Israelita de Pernambuco”

O Presidente do IAHGP – Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, Dr. George Cabral, e …