Família de terroristas?

Um dos três suspeitos da operação do Hezbollah na Bulgária, que matou cinco israelenses, tem laços familiares.

Os acusados pelo governo búlgaro, seriam, segundo o jornal Canadian National Post, parentes de um terrorista que morreu enquanto colocava os explosivos. “É um negócio de família” revela o artigo do jornal. Semanas após o ataque de 18 de Julho, autoridades confirmaram a existência de uma ligação familiar mostrada entre o DNA dos dois homens.

Na última semana, o ministro do Interior da Bulgária, Tsvetan Tsvetanov confirmou que dois dos responsáveis pelo ataque – um canadense e outro australiano – “tem conexão com o Hezbollah”, que financiou a operação.

Veja também

Campanha CHARIDY Fundo de Bolsas Ninguém Fica de Fora

Para o professor Jonathan Sacks, rabino chefe da Inglaterra, “Os judeus sobreviveram, simplesmente, porque devotaram …

Deixe uma resposta