Eram estudantes… Eram inocentes…

jovensseqrezax2x

 

 

jovenssequ2

jopvenssequesEnterrox2x

Repercussão internacional

Khaled Meshal, líder do Hamas, comemorou: “Se for confirmado que uma facção palestina é responsável pela ação, devemos aplaudir e tirar o chapéu para ela. Ficaria orgulhoso se os autores fossem membros do Hamas”.

Papa Francisco classificou o crime de “inaceitável e execrável”. E acrescentou: “É um obstáculo grave no caminho da paz. A violência chama mais violência e alimenta o círculo mortal do ódio”.

Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, pediu justiça: “Tenho esperança de que as autoridades israelenses e palestinas trabalhem juntas para encontrar e levar rapidamente à justiça os responsáveis. Esse ato odioso cometido por inimigos da paz visa a aumentar a divisão e a desconfiança, e a ampliar o conflito. Não podemos deixar isso acontecer”.

Barack Obama, presidente dos EUA, condenou: “nos termos mais firmes possíveis esse ato de terrorismo insensato cometido contra jovens inocentes”.

François Hollande, presidente francês, condenou energicamente “o covarde assassinato” dos jovens, enquanto David Cameron, primeiro-ministro britânico, considerou o episódio “um ato terrorista indesculpável”. Já a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou estar “chocada” com “um ato detestável”. (Jornal Alef)

Veja também

Festa das Luzes

Amigos e colegas de Diálogo! A Festa das Luzes é um encontro para todas as …

Deixe uma resposta