Em visita a Israel, ministro do Exterior do Egito incentiva negociações de paz

tv
O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu se reúne com o ministro das Relações Exteriores do Egito Sameh Shoukry, em Jerusalém, no domingo, 10 de julho, 2016 (Hadas Parush / Flash90)

Netanyahu, saúda os esforços de Sameh Shoukry, insta os palestinos a seguir o exemplo histórico do Cairo, e prosseguir as negociações diretas.

O ministro das Relações do Egito Sameh Shoukry fez uma rara visita a Jerusalém no domingo e afirmou, em pé ao lado de primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que o Cairo permanece um torcedor “firme e inabalável” da solução de dois Estados para o conflito israelense-palestino.

É a primeira visita de um ministro das Relações Exterior egípcio a Israel em nove anos de um político deste nível desde 2007. Recentemente, Israel emergiu como um aliado discreta do presidente egípcio Abdel-Fattah el-Sissi, que se posicionou a favor das negociações de paz, processo que está em um impasse . Entre os temas da reuniã, uma futura visita de Netanyhu ao Cairo, a cooperação militar e o conflito israelense-palestino.

A visita aconteceu em meio a conversas sobre a renovação de uma iniciativa de paz árabe e com os militares de Israel tendo recentemente saudou cooperação de inteligência “sem precedentes” com o Egito para combater o grupo Estado Islâmico.

A visita acontece em meio a conversações sobre a iniciativa de paz árabe e com militares de Israel tendo saudado recentemente a cooperação da inteligência “sem precedentes” com o Egito, para combater o Estado Islâmico.

Em declarações aos jornalistas ao lado de Netanyahu antes de sua reunião, Shoukry disse que era um “momento crucial e desafiador para o Oriente Médio”. Ele acrescentou que o Cairo se dedicou ao “estabelecimento de uma paz justa e global entre o povo israelense e palestino, levando este longo conflito a uma conclusão”.

“O objetivo que pretendemos alcançar através de negociações entre as duas partes é aquele que é baseado na justiça, nos direitos legítimos e vontade mútua de coexistir pacificamente em dois estados independentes vizinhos em paz e segurança”, disse ele.

“O Egito continua disposto a ajudar a atingir este objetivo”, disse , acrescentando que “uma conquista tão importante terá um impacto de longo alcance, dramático e positivo sobre as condições gerais no Oriente Médio. O atual estado de coisas, infelizmente, não é nem estável, nem sustentável “.

Netanyahu saudou os esforços de Shoukry, dizendo que é hora de acabar com o sofrimento do povo palestino e israelense e instando os palestinos a seguir o exemplo histórico do Cairo, e prosseguir as com negociações de paz diretas entre os dois lados.

Veja os discursos em: jerusalemonline e www.timesofisrael.com

Veja também

Trump2

Trump em Israel

Foto: RTP   |   www.bbc.com Relacionado