Dilma Rousseff irá à solenidade do Dia do Holocausto, 30 de janeiro em Brasília

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) promoverá no dia 30 dejaneiro em Brasília a cerimônia do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, solenidade instituída pela ONU. A presidenta Dilma Rousseff, que participou da cerimônia em 2011 e 2012, foi convidada e confirmou presença.

A cerimônia homenageará Souza Dantas, embaixador brasileiro na França, e Aracy Guimarães Rosa, funcionária do consulado em Hamburgo, que salvaram a vida de centenas de judeus europeus nos anos 30 e 40, por meio da concessão de vistos para o Brasil, contrariando ordens superiores. Ambos receberam do Museu do Holocausto, em Jerusalém, o título de “Justo entre as Nações”.

O evento terá a presença de autoridades políticas federais e estaduais, líderes comunitários e religiosos, com participação da Associação Cultural Israelita de Brasília.

A homenagem, criada há oito anos pela Assembleia Geral das Nações Unidas, marca o dia (27 de janeiro) em que tropas soviéticas libertaram o campo de extermínio de Auschwitz, na Polônia, em 1945. A ONU, em resolução apoiada pelo Brasil, pede aos países-membros que elaborem programas de educação sobre o Holocausto e “condena sem reservas todas as manifestações de intolerância religiosa, de incentivo ao ódio, de perseguição ou de violência contra pessoas ou comunidades por causas étnicas ou religiosas e rejeita qualquer negação do Holocausto como fato histórico”.

A Conib realiza uma alternância entre cidades brasileiras para receber a cerimônia, que em anos anteriores ocorreu em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife e Salvador.

Na capital baiana, em 2012, a entidade homenageou também os negros que foram vítimas do Holocausto.

Veja também

Palestinos manterão luta pacífica, diz Abbas a palestinos da América Latina

Em carta dirigida à comunidade palestina da América Latina, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud …

Deixe uma resposta