Deputada do Parlamento de Israel. de origem etíope, muda legislação

 Retirada disposição da Knesset (Parlamento israelense) que não permitia doação de sangue ao Maguen David Adon (serviço de assistência à saúde) de pessoas que permaneceram mais de um ano em países onde há prevalência de HIV. O movimento pelo fim da proibição foi liderado pela deputada de origem etíope Pnina Tamano – Shata (Yesh Atid), a primeira mulher etíope da Knesset.

Leia mais em: http://www.jpost.com/National-News/Magen-David-Adom-donation-stand-thrown-out-of-Knesset-for-discouraging-Ethiopian-MK-from-giving-blood-334689

Veja também

Centro de Estudos Judaicos da USP abre inscrições

O Centro de Estudos Judaicos informa que estão abertas as inscrições para os cursos: Língua …

Deixe uma resposta