Cristianismo foi fundando no Oriente Médio, diz príncipe Charles na Jordânia

Em visita oficial à Jordânia, o herdeiro do trono britânico considera extremismo “uma das maiores preocupações” da atualidade e “alarmante” o ritmo com que os jovens estão se radicalizando, especialmente no Reino Unido, destacando o papel da internet.

O príncipe Charles também mencionou o trabalho de sua instituição de caridade, a The Prince’s Trust, em combater a radicalização.

Charles falou em entrevista ao programa The Sunday Hour, sobre sua esperança de “construir pontes” entre diferentes fés, expressando sua solidariedade e  “profunda preocupação” pela destruição de igrejas cristãs no Oriente Médio.

“O cristianismo foi fundado no Oriente Médio, e às vezes a gente se esquece disso.” “Como um fiel de uma religião pode matar outro de uma religião diferente? Esse é o aspecto mais perturbador da nossa geração”, disse.

Na Jordânia visotou inclusive um campo de refugiados que abriga  85 mil pessoas.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …