Contra a banalização do nazismo

O presidente catalão, Artur Mas Mas usou sua visita ao Museu do Holocausto em Jerusalém para denunciar as “mentiras” dos que tentam comparar o processo de soberania catalão com o totalitarismo nazista.

Visita obrigatória para qualquer líder que vai a Israel, o  Museu do Holocausto provoca um choque emocional intenso ao retratar as atrocidades nazistas contra os judeus.

Mas disse que “o povo catalão também foi vítima do totalitarismo.” E que “esta é a hora e o lugar para lembrar aqueles que dizem que em Espanha o movimento é dirigido, sob a orientação do nazismo, do fascismo ou violência, o que é uma grande mentira.” E convidou-os a visitar o museu para perceber “o que significa violência e destruição do nazismo e do fascismo”.

Veja também

Campanha CHARIDY Fundo de Bolsas Ninguém Fica de Fora

Para o professor Jonathan Sacks, rabino chefe da Inglaterra, “Os judeus sobreviveram, simplesmente, porque devotaram …

Deixe uma resposta