Conib repudia ataques à comunidade judaica na Ucrânia

A Confederação Israelita do Brasil manifesta o seu repúdio aos ataques de que tem sido vítima a comunidade judaica ucraniana e externa sua solidariedade aos 350 mil judeus que vivem no país, compondo a quinta maior população judaica da Europa.

Há poucos dias, vândalos pintaram suásticas em uma sinagoga em Simferopol, capital da Crimeia. Em fevereiro, uma turba atirou coquetéis molotov junto à entrada da sinagoga de Zaporozhye – não houve feridos. Em janeiro, um professor de escola judaica foi atacado em Kiev. Um rabino pediu recentemente aos judeus que deixassem a capital ucraniana.

Veja também

Rabino, monja e jornalista vão debater sobre como a mentira pode ser um obstáculo a cultura da paz

Como a mentira pode ser um obstáculo a cultura da Paz? Como dividir o mundo …

Deixe uma resposta