Confederação Israelita do Brasil participa de encontro no Palácio do Planalto pela liberdade religiosa

Rony Vainzof, secretário da Conib, representou a comunidade judaica brasileira em reunião organizada nesta quinta (16) pela Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (Anajure) com o presidente em exercício Michel Temer, para debater a liberdade religiosa no Brasil. Temer destacou a participação de inúmeras denominações religiosas nesse debate, o que demostra a multiculturalidade do país e seu desejo de paz, sem importação de conflitos de ódio. Vainzof deixou clara a preocupação da Conib com a possibilidade de atos terroristas no Brasil e o crescente antissemitismo travestido de antissionismo. Mais cedo, os membros da Anajure reuniram-se na Câmara dos Deputados para discutir o Projeto de Lei do Estatuto Jurídico da Liberdade Religiosa. Participaram da reunião na Câmara os deputados Leonardo Quintão (PMDB/MG), João Campos (PRB/GO) e Roberto de Lucena (PV/SP). Quintão pediu o combate ao financiamento brasileiro de projetos financeiros em países em que não há liberdade de crença ou perseguição religiosa. Ainda, em outra reunião, Vainzof conversou com o deputado Sandro Alex (PPS/PR), um dos sub-relatores da CPI dos Crimes Cibernéticos, sobre os ilícitos de ódio, preconceito e da apologia ao terrorismo existentes nas várias plataformas digitais. (Conib)

Veja também

Professor de esquerda ligado a Israel aborda o antissemitismo nas esquerdas

“Convivo com gente da esquerda há décadas e, tendo uma relação muito forte com Israel …