COI inaugura Memorial em homenagem aos atletas mortos em Munique

O Comitê Olímpico Internacional (COI) inaugurou nesta quarta um monumento em homenagem às vítimas do atentado em Munique-72, onde terroristas palestinos do Setembro Negro mataram cinco atletas e seis treinadores da delegação de Israel.

A solenidade aconteceu na Vila Olímpica e contou com as presenças do Rabino Nilton Bonder, Thomas Bach, presidente do COI, Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB, autoridades, atletas israelenses e de Ilana Romano, viúva do levantador de peso Yoseph Romano e Ankie Spitzer, viúva de Andre Spitzer, treinador de esgrima, mortos no atentado.

O monumento foi feito com pedra do Monte Olimpo, cedida pelo governo grego para homenagear os atletas.

O memorial será mantido no local depois dos jogos.



MuniqueCOI3


MuniqueCOi1


MuniqueCOI2


MuniqueCOI6


MuniqueCOI5


MuniqueCOI8

Veja também

Professor de esquerda ligado a Israel aborda o antissemitismo nas esquerdas

“Convivo com gente da esquerda há décadas e, tendo uma relação muito forte com Israel …