B’nai B’rith pede a Maduro que pare de incitar o ódio aos judeus

A B’nai B’rith solicitou ao presidente venezuelano Nicolás Maduro e aos em seu governo que são coniventes com suas expressões antissionistas que parem de fazer declarações incendiárias e depreciativas contra Israel, o que leva a incitação e medo da violência contra a comunidade judaica da Venezuela. “Nas últimas semanas, as afirmações de Maduro vem promovendo um novo nível de ódio”, disse o presidente internacional da B’nai B’rith Allan Jacobs, “perigoso para os judeus no país e totalmente fora de sintonia com o dever do governo de proteger os seus cidadãos.”

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta