B’nai B’rith expressa extrema preocupação com ataque antissemita na Bolívia e retórica anti-Israel de seu presidente

A B’nai B’rith Internacional está extremamente preocupada com a sequência de eventos que vem ocorrendo recentemente na Bolívia.

Na semana passada, invasores profanaram um cemitério judaico usando dinamite, na cidade de Cochabamba. Este ataque vem na esteira do presidente boliviano Evo Morales ter chamado Israel de um “Estado terrorista” e endossado o movimento de boicote, desinvestimento e sanções (BDS). A B’nai B’rith condena o ataque, bem como as declarações incendiárias e sem sentido de Morales.

A B’nai B’rith conclama Morales a parar imediatamente a sua retórica contra Israel. Claramente tem estimulado o antissemitismo, colocando em perigo os cidadãos do seu país, criando uma atmosfera de violência contra a comunidade judaica da Bolívia. Ainda mais preocupante, a retórica odiosa de Morales espelha a do presidente venezuelano Nicolás Maduro, cujas observações depreciativas e perigosas contra Israel criaram o mesmo ambiente para os judeus no seu país.

Morales deve cumprir sua obrigação de proteger todos os bolivianos.

A B’nai B’rith expressa a sua solidariedade com a comunidade judaica boliviana. Vamos continuar chamando a atenção e monitorando o ambiente cheio de ódio que Morales está promovendo.

 

A B’nai B’rith defende o judaísmo global e a causa dos Direitos Humanos desde 1843.

Visite  www.bnai-brith.org.br

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta