B’nai B’rith do Brasil lamenta morte de Cardeal Arns: exemplo de luta pelos direitos humanos, contra a tirania e a pobreza

À

Vossa Eminencia Cardeal Dom Odilo Scherer

Arcebispo Metropolitano de São Paulo

Caro Amigo Cardeal Dom Odílio Pedro Scherer,

A B’nai B’rith do Brasil lamenta profundamente o falecimentos do Arcebispo Emérito de São Paulo, Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. Um ser humano como poucos.

Há pessoas que, com a sua sabedoria, perseverança e valor fazem a diferença e marcam o caminho pelo qual passaram.

Este é Dom Paulo Evaristo Arns. Foi um grande defensor dos Direitos Humanos. Sempre preocupado com os que mais precisam de apoio, do reconhecimento de sua dignidade humana, do respeito ao próximo, independente de sua religião ou etnia, além de um grande defensor do diálogo inter-religioso.

Pautou sua vida por atitudes corajosas, em especial durante a ditadura, unindo a sua voz à do Rabino Henry I. Sobel e do Reverendo James, Wright da morte do jornalista Vladimir Herzog nas dependências do DOI-CODI em São Paulo. Episódio que iniciou, firme e pacificamente, a transição para a democracia.

A comunidade judaica perde um amigo fraterno. O Brasil perde um homem de fé, um grande líder.

Aceite nossas mais sinceras condolências,

Abraham Goldstein

Presidente nacional

Veja também

Deputado Darcísio Perondi pede desculpas à comunidade judaica por comentário sobre o relatório de Zveiter

Após a repercussão de seu comentário sobre o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) na …