Autoridade palestina: Egito media trégua entre Israel e Hamás

Uma autoridade palestina disse que o Egito estava tentando mediar uma trégua entre Israel e o Hamas. Os terroristas palestinos em Gaza dispararam cerca de 80 foguetes e morteiros contra o sul de Israel nas últimas 24 horas, ferindo cinco. Quatro palestinos foram mortos pelas Forças de Defesa Israelenses (IAF) em ataque a Gaza.

 

“Os contatos resultaram em uma promessa verbal pelo Hamas para acalmar a situação, Israel está monitorando a calma e se absteria de ataques a menos que estivesse sujeito a lançamento de foguetes a partir de Gaza”, disse a autoridade.

 

O sistema Domo de Ferro  interceptou um foguete Grad perto de Ashkelon após a promessa de cesar fogo do Hamas. Não é a primeira vez que o Egito atua na mediação de conflitos, tendo desempenhado importante papel em março último quando uma

delegação do Hamas chefiada por  Musa Abu Marzouk esteve no Cairo para conversar com autoridades egípcias sobre as formas de acabar com a violência após a morte de Zuheir al-Qeisi, comandante do Comitê de Resistência Popular.

 

No entanto, um porta-voz do Comitê de Resistência Popular disse ontem que não houve trégua e o grupo continuará a responder aos ataques israelenses.

 

Enquanto isso, em uma visita a Gaza,  Robert Serry enviado especial das Nações Unidas enviado especial da ONU pediu calma na Faixa de Gaza.

 

Serry disse “deploramos profundamente” a escalada da violência entre Israel e a Faixa de Gaza, e que foi chamado pelos dois lados para  fazer com que a calma retorne à região.

Veja também

Festa das Luzes

Amigos e colegas de Diálogo! A Festa das Luzes é um encontro para todas as …

Deixe uma resposta