Ataque cibernético – Não em Israel

Mais de 100 mil computadores de grandes organizações em mais de 100 paises foram atingidos por um ataque cibernético de grande proporção, no último final de semana.

Os assaltantes – hackers – aproveitaram um brecha de segurança no programa Windows da Microsoft e exigiram grandes somas de resgate para revelar a chave da solução do problema.

Hospitais da Inglaterra entre outros, foram vítimas deste ataque que perturbou gravemente o funcionamento normal, inclusive, expondo pacientes em risco de vida.

Até a data de hoje, 15/5, nenhum computador em Israel foi atacado, graças às instruções divulgadas pelas autoridades de defesa cibernética, que dispõem de um sistema especial, inexistente em quase todos os paises do mundo.

Michael Rogers, chefe da Agência de Segurança Nacional –NSA – e chefe do sistema cibernético dos EUA, declarou no senado americano, que se encontra repetidas vezes com o chefe da Autoridade

Cibernética de Israel, Aviatar Matania, pois tem muito o que aprender com ele.

Em junho, próximo, será realizado um congresso na Universidade de Tel Aviv com a presença de 7 mil especialistas no ramo, provenientes de 50 paises .

Kol Ha Kavod !

Veja também

Trump2

Trump em Israel

Foto: RTP   |   www.bbc.com Relacionado