Ataque a um guia de Auschwitz

Os críticos à nova lei temem o aumento do antissemitismo, o que já vem acontecendo.

Uma suástica com as frases “Polônia para os poloneses” e “Guias da Polônia para Auschwitz” foram escritas na porta do apartamento de Diego Audero Bottero, guia turístico italiano e historiador do Holocausto, na cidade de Cracóvia.

Diego Audero Bottero declarou à imprensa “Moro na Polônia há 11 anos, mas no último ano enfrentei cada vez mais relutância.

Muitas vezes eu ouço que não devo tomar a palavra em certas questões, porque não sou polonês e geralmente que devo voltar para de onde eu venho.”

www.itongadol.com.ar

Veja também

Convenção da Conib ganha brilho filosófico com presença de Bernard-Henri Lévy

De 23 a 25 de novembro, a Confederação Israelita do Brasil (Conib) promoveu em São …